Curriculum Vitae (resumido)

1996-Licenciatura em Línguas e Literaturas Clássicas, pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa.

2000-Aprovado com Muito Bom nas Provas de Aptidão Pedagógica e Capacidade Científica, apresentadas na Universidade da Madeira em 16 e 17 de Novembro (2000), sob orientação científica do Prof. Doutor Arnaldo Espírito Santo (Professor Associado da Faculdade de Letras da Universidade da Madeira). Trabalho de Síntese: Trabalho e Dias Hesíodo: do Herói ao Homem; Relatório da Lição: O mitema das duas Erides (Hesíodo, Trabalhos e Dias 11-41).

2007-Aprovado, em Dezembro de 2007, nas Provas de Doutoramento para a obtenção do grau de Doutor. Título da Tese: Tempo e espaço da paideia nas Vitae de Plutarco, sob orientação do Professor Doutor Arnaldo Espírito Santo (Catedrático da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa). Foram arguentes da Tese o Doutor José Ribeiro Ferreira e o Doutor Delfim F. Leão, Professores Catedráticos da Universidade de Coimbra, Faculdade de Letras. A Tese contou com o apoio do CITMA-FSE.

Livros:

J. Pinheiro, J. Ribeiro Ferreira & R. Marnoto (2008), Caminhos de Plutarco na Europa, Coimbra;

Plutarco, Obras Morais – Da educação das Crianças, tradução do Grego, introdução e notas de Joaquim Pinheiro, Coimbra, 2008;

“O mitema das duas Érides (Hesíodo, Trabalhos e Dias 11-41)”, in A. Pérez Jiménez & I. Calero Secall (eds.), Δῶρον Μνημοσύνης. Miscelânea de Estúdios Ofrecidos a Mª Ángeles Durán López, Universidad de Málaga, Zaragoza (Pórtico), 2011, pp. 233-242.

                                                             i.      Revistas

“Algumas considerações sobre a paideia grega”, Cadernos ISTA (Instituto São Tomás de Aquino) 20 (2007: 7-18).

“Foncialis Civitas Nobilissima”, Margem (Câmara Municipal do Funchal, Departamento de Cultura)2.25(2008: 113-118).

“O efeito retórico das histórias anedóticas na biopsicografia de Plutarco”, The Journal of Linguistic and Intercultural Education – JoLIE 2.nº 2 (2009: 213-220).

“José Tolentino Mendonça: ‘certas manhãs o pensamento do tempo encoraja o rosto’”, Pensardiverso. Revista de Estudos Lusófonos 1 (2010: 67-74).

 

                                                           ii.      Actas de Congressos ou Colóquios

“Análise do conteúdo pedagógico do tratado De liberis educandis” in Fernández Delgado, F. Pordomingo & A. Stramaglia (Eds.), Escuela y literatura en Grecia Antigua (Actas Simposio Internacional Universidad de Salamanca, noviembre 2004), Università degli Studi di Cassino, 2007, pp. 349-362.[1]

“O papel do educador na formação humana: alguns exemplos da Antiguidade Clássica” inC. Escallier & N. Veríssimo (Org.), Educação e Cultura, Funchal, 2008, pp. 263-274.

“A escrita biográfica de Plutarco”, in P. Morão & C. Infante do Carmo (Orgs.), ACT 16 – Escrever a vida: Verdade e ficção, Porto, Campo das Letras, 2008, 317-337.

“Roma nas Vidas Paralelas de Plutarco” inF. Oliveira, C. Teixeira & P. Barata Dias (Coords.), Espaços e Paisagens. Antiguidade Clássica e Heranças Contemporâneas, Vol. 1 – Línguas e Literaturas. Grécia e Roma, 2009, pp. 237-245. Disponível em https://bdigital.sib.uc.pt/jspui/handle/123456789/19 .

“O sentido de philanthropia nas biografias de Coriolano, Cícero e Catão de Útica”. in J. Ribeiro Ferreira, Delfim Leão, Manuel Troester & P. Barata Dias (eds), Symposion and Philanthropia in Plutarch, Coimbra, 2009, pp. 359-366. Disponível em https://bdigital.sib.uc.pt/jspui/handle/123456789/27 .

“O conceito de eleutheria nas Vidas Paralelas de Plutarco”, in M. Leonor Santa Bárbara et al. (Org.), Identidade e Cidadania, da Antiguidade aos Nossos Dias – Actas de Congresso, Vol. II, Porto, Papiro Editora, 2010, pp. 57-78.

“Plutarco e João Aguiar: o retrato de Sertório” inAurelio Pérez Jiménez (Ed.), Plutarco Renovado. Importancia de las Traducciones Modernas de Vidas y Moralia, Málaga, S.E.P., 2010, 197-206.

“O philosophos e a politeia em Plutarco” inJ. Pedro Serra, H. Carvalhão Buescu, A. Nunes & R. Fonseca (coord.), Memória & Sabedoria, Edições Húmus, 2011, pp. 377-388.

“A batalha de Maratona em Plutarco” inJ.M. Candau Morón, F. J. González Ponce & A. L. Chávez Reino (eds.), Plutarco Transmissor, Sevilla, Secretariado de Publicaciones de la Universidad de Sevilla, 2011, pp. 243-251.

“Alguns traços do herói no poema Posthomerica, de Quinto de Esmirna”, in Ana Paula Pinto, João Amadeu Carvalho da Silva, Maria José Lopes, Miguel António Gonçalves (Orgs.), Mitos e Heróis: A Expressão do Imaginário, Editora Aletheia, Publicações da Faculdade de Filosofia, UCP, Braga, 2012, pp. 191-98.


[1] Esta publicação integra a Bibliography Section, An Annotated Bibliograhy 2007, da Ploutarchos , n.s., 8 (2010/2011) 212-3.